Manu Lafer

Músico e Compositor

Indo Pra Minas

Capa_IndoPraMinas

O cantor e compositor Manu Lafer, que inciou sua carreira em 1998, lança Indo Pra Minas, com canção de mesmo nome, seguida de História De Zé Ninguém, parcerias com Toninho Horta, que gravou seu violão único.

A parceria foi inciada com WWI, sobre a 1ª Guerra Mundial, cuja letra, em inglês, foi cantada por Cindy Mizelle (Steely Dan) e é continuada nestas canções nas quais Manu reproduz a prosa e as memórias factuais e afetivas do criador do Clube Da Esquina.

Faixas
1. Indo Pra Minas (Toninho Horta, Manu Lafer)
Participação: Toninho Horta

Sou Zé Ninguém
Sou meu bem, meu pastor
Num trem pra Minas
Eu vou

Sou Paul and John
So the story goes on
Meu pai Cariri
Do sertão

Ladeira, Canseira
Serena, Pra trás

Ladeira, Canseira, Serena
Rei, Ás
Rei, Ás

2. História de Zé Ninguém Toninho Horta, Sandro Albert, Manu Lafer)
Participação: Toninho Horta

Êita boi vaquejada
Zé que é do dia ceia
Água que é da torneira
Abra que entornará
Zé do bumbo dadumbá
(2ª vez – Zé do bumbo (dadum) dadumbá)
(1ª vez – Zé ninguém não dava) ninguém não dava

Êita boi vaqueja
Zé que é do dia ceia
Água que é da torneira
Abra que entornará
Zé do bumbo (dadum) dadumbá
Ninguém não dava
Água que é carrilheira
Vai de maneira arteira
Água que entornará
Vai pitar piteira
Vai parir parteira
Patrulhar fronteira
Treliça a porteira (um dia)
Forja a ameaça estrangeira
Forja a ameaça nacional
Jongo genial

 Coda:
Êita boi vaqueja
Zé que é do dia ceia
Água que é da torneira
Abra que entornará

 Vai pitar piteira
Vai parir parteira
Patrulhar fronteira
Destrinchar trincheira
Ameaça o solo nacional
O solo, o chão da mãe gentil
Forja a ameaça nacional
Jongo genial

Onde encontrar

Tratore Amazon Deezer GooglePlayMusic ITunes Spotify

Scroll Up