Manu Lafer

Músico e Compositor

participações

Intérprete

Meu samba e de futebol

Meu Samba É De Futebol
(Germano Mathias)

Manu participa desse disco do catedrático do samba Germano Mathias cantando com ele a faixa Malandro Não Vacila, que aborda com muito humor o malandro antigo com sua ética e a violência da Grande São Paulo e que é apresentada nos shows do sambista mas permanecia sem registro, e passou a ser adotada no repertório de shows de Manu.

Faixas
Malandro Não Vacila (Germano Mathias)

Malandro que é malandro, compadre,
Não vacila
E você anda vacilando, compadre,
Lá na Vila
(bis)

Malandro que é malandro
Pisa no chão devagar
Chega bem de mansinho
Que é para os homens não notar
Sabe entrar e sabe sair
E criança respeitar
Não mexe com a mulher alheia
Que é pra na cadeia mulher não virar, viu?

Olha que lá em Itaquera
Apesar da fama tem nego bacana
Mas você chegou lá meu compadre
Trocando a mão pelo pé
Entrou, entrou,
Na casa do lóqui
Ligou a vitrola e fez arrasta-pé
Usou e abusou
E na marra transou com a mulher do mané

Se fosse em Guaianazes,
O bicho comia
Se fosse em Guarulhos,
Você sumia
Se fosse em São Miguel ou Capão Redondo,
Você morria,
Se fosse em Osasco,
Você virava churrasco
De quê?
Churrasco de malandro,
Que só respeita o malandro
Quando ele é de fato

[/su_column][/su_row]
Barbatuques

Corpo Do Som
(Barbatuques)

Foi com orgulho que Manu participou desse disco dos Barbatuques, grupo inovador pertencente à sua geração, assobiando em um medley de Peixinhos do Mar (adaptação de Tavinho Moura) e Marinheiro Só (adaptada por Caetano Veloso) .

YOM TEV -1983

Yom Tov

1983

Capa_NamesVol1

Names Vol. 1

Manu Lafer interpretou a faixa Sue Anne (música originalmente instrumental do Tom Jobim, agora com letra em inglês de Brian Gari) no novo CD de Brian Gari.

Faixas
Sue Ann (Tom Jobim, Brian Gari)

Sue it’s been so long since I left Brazil
I’ll be there soon I promise I will
Until then…I love you

Sue Ann…A samba doesn’t move quite as well
Your beauty cast a wonderful spell
I fell for you Sue

Deep in my heart
You are a part of every great Jobim song
A dream song

Wait till the Waters Of March
Come and drown my tears

Sue Ann my Meditation is just about through
My dedication is only to you
It’s true, my Sue

Sue Ann your sweet as Sugar Mountain, my dear,
The Girl From Ipanema is not here
It’s clearly Sue

Compositor

Run N' Fly

Run N’ Fly

Run N’ Fly é um coletivo de smooth jazz, funk e R&B, na mesma linha de outros coletivos como Steely Dan e Incognito. A música e os arranjos do álbum, que tem o nome do grupo, são do produtor, guitarrista e estrela do jazz Sandro Albert. Manu escreveu todas as letras, em inglês, sobre modelos femininos fortes, que definiram e impulsionaram a cultura pop.

As faixas contagiantes e cheias de balanço compostas por Albert, ao receberem as letras de Manu, tornaram o álbum uma homenagem peculiar e poderosa a alguns dos nossos maiores e mais belos ícones femininos. Assim, Pam homenageia a musa dos filmes blaxploitation, Pam Grier; Raquel é o tributo à sex symbol hollywoodiana Raquel Welch: Lynda Carter, a eterna Mulher Maravilha, é a estrela em Lynda; Stella faz referência ao clássico Stella by Starlight e a Stella Maris, esposa de Dorival Caymmi; e em Roberta Manu faz mais uma homenagem a Bobbie Gentry, a quem já havia dedicado o disco Somebody Like Me. Junto com as demais seis faixas, compõem um painel que reverencia o empoderamento feminino. O disco tem participação de veteranos como o lendário baterista Omar Hakim, o percussionista Bashiri Johnson, o baixista Derrick Murdock e os vocalistas Darryl Tookes, Cindy Mizelle e Angela Clemmons.

Window: The Music of Manu Lafer

Window
(Jeanne Gies, Howard Alden)

A cantora e compositora nova-iorquina Jeanne Gies interpreta 9 músicas de Manu Lafer, para as quais ela fez versões em inglês. Os arranjos e o acompanhamento são do mestre da guitarra de sete cordas Howard Alden. A química e a coesão entre Gies e Alden, como disse a radialista Sheila Anderson, remete às gravações icônicas do duo formado pelos grandes Ella Fitzgerald e Joe Pass.

Faixas
1. Journey (Catraca) (Jeanne Gies, Manu Lafer)
2. Soul Tree (Conchas Abertas) (Jeanne Gies, Manu Lafer)
3. Gypsy (Versão Fiel) (Jeanne Gies, Manu Lafer)
4. Crime (Te Conheço) (Jeanne Gies, Manu Lafer))
5. Window (Da Janela) (Jeanne Gies, Manu Lafer)
6. Ta Shema (Jeanne Gies, Manu Lafer)
7. Sky (Céu) (Jeanne Gies, Manu Lafer)
8. Translation (Quem Traduz) (Jeanne Gies, Manu Lafer)
9. Account (De Conta) (Jeanne Gies, Manu Lafer)
Na Ozzetti - Embalar

Embalar
(Ná Ozzetti)

A faixa A Lente do Homem foi escolhida por Ná Ozzetti para integrar o repertório de seu álbum Embalar. No dizer de Manu, “Ná Ozzetti é sempre definitiva, uma alegria ter tido o apoio dela desde que eu comecei a compor na adolescência.”

Faixas
A Lente do Homem (Manu Lafer)

Eu leio o céu de baixo
Até sem telescópio
É que o céu sou eu
Porque o céu é um ser
Eu leio a mão de cima
Até sem microscópio
É que a mão é Deus
Porque a mão é um ser

E se a lente do homem vê Deus
Onde a lente de Deus vê o homem
Saber é a imagem da fé
Que do outro se crê
E se do núcleo da célula
A íris espelha o destino
O dilema:
Ou a morte ou o bom e o belo e o dom

Eu leio o céu de baixo
Até sem telescópio
É que o céu sou eu
Porque o céu é um ser
Eu leio a mão de cima
Até sem microscópio
É que a mão é Deus
Porque a mão é um ser

E se o amor é a fé,
Que do prisma do afeto
É o fim que é o feto
Onde o ventre é o teto que o tato tocou
E porque há sinfonia
Há também harmonia,
Há também melodia
E o dia e o ia e o A que criou

Mateus Aleluia - Cinco Sentidos

Cinco Sentidos
(Mateus Aleluia)

A Lente do Homem foi também a escolhida de Mateus Aleluia, dentre as canções de Manu, para ser cantada em Cinco Sentidos, álbum em que Mateus tem o seu tempo musical, sempre oscilando da maneira mais natural, sem a previsibilidade do “click”, para revelar os outros sentidos da música e própria música para o seu autor e seus ouvintes .

Faixas
A Lente do Homem (Manu Lafer)

Eu Leio O Céu De Baixo
Até Sem Telescópio
É Que O Céu Sou Eu
Porque O Céu É Um Ser
Eu Leio A Mão De Cima
Até Sem Microscópio
É Que A Mão É D’us
Porque A Mão É Um Ser

E Se A Lente Do Homem
Vê D’us, Onde A Lente
De D’us Vê O Homem
Saber É A Imagem Da Fé
Que Do Outro Se Crê
E Se Do Núcleo Da Célula
A Íris Espelha O Destino
O Dilema: Ou A Morte
Ou O Bom E O Belo E O Dom

Eu Leio O Céu De Baixo
Até Sem Telescópio
É Que O Céu Sou Eu
Porque O Céu É Um Ser
Eu Leio A Mão De Cima
Até Sem Microscópio
É Que A Mão De D’us
Porque A Mão É Um Ser

E Se O Amor É A Fé
Que Do Prisma Do Afeto
É O Fim Que É O Feto
Onde O Ventre É O Teto
Que O Tato Tocou
E Porque Há Sinfonia
Há Também Harmonia,
Há Também Melodia
E O Dia E O Ia E O A Que Criou

Nana Caymmi - Sem Poupar Coração

Sem Poupar Coração
(Nana Caymmi)

Parceria com Danilo Caymmi, que encomendou a Manu a letra para Visão, tema musical de um cego que seria personagem de uma telenovela cuja sinopse não fora incluída na encomenda. Dori e Nana, com toda a afinidade de quem fez música em duo a vida inteira, além do parentesco, são um espetáculo à parte.

Faixas
Visão (Danilo Caymmi, Manu Lafer)

Dispara O Telefone
Enquanto Ando Pra Atender
Espero A Secretária Te Esfriar
Me Apoio Na Cadeira Perguntando
Tudo Indo, Tudo Andando,
Que Saudade De Você

Eu Deito O Aparelho
Sobre A Mesa E Penso Bem
Seguro O Teu Retrato E Penso Mal
Será Que Estamos Juntos? Combinamos?
E Passamos Noite Em Claro,
Claro É Modo De Falar

Eu Te Perdi, E Me Bati, E Te Apanhei
Pra Fazer Santa Luzia
Iluminar Teu Coração
Ah…Tua Visita Nos Meus Olhos
Minhas Lágrimas Em Braile
E Você Nas Minhas Mãos

Será Que É Fim De Noite?
O Silêncio Me Convém
Pra Te Convencer E Suplicar
Perdoe Se Eu Desejo Vida Afora,
Te Fazer, Santa Luzia,
Enxergar Meu Coração

Gonzaga Leal - E o nosso mínimo é prazer

E O Nosso Mínimo É Prazer
(Gonzaga Leal)

Manu e Fabio Tagliaferri compuseram Música de Frente, que o cantor pernambucano Gonzaga Leal escolheu para cantar em seu álbum cujo título veio de um dos versos da canção de Manu e Fabio.

Faixas
Música de Frente (Fabio Tagliaferri, Manu Lafer)

Subo as escadas
Acompanhado
Dos transeuntes de plantão

Trago as entradas
Tudo é barato
Tudo admite distração

Nos conhecemos
Te cumprimento
E eu te abraço sem razão

Pra que dancemos,
Tudo é barato,
Peço e tropeço sem chão

A fina flor do sambado
Dará seu recado
No prato da mão
Para ficar registrado,
Ficar ministrado
No mar do salão

Puxa o maxixe a canção
Lembro do morro
Vou pro teu bairro
Sou funcionário por dizer

Sou salafrário,
Dada a bandeira,
Mas não me esqueço de você

É gafieira,
Casa de esquina,
Fina e capaz de enlouquecer

Cai a cadeira,
Dada a bandeira
Desculpe, foi sem querer

Branca Lescher - Intimidade e Silencio

Intimidade E Silêncio
(Branca Lescher)

A cantora paulista Branca Lescher incluiu neste disco sua intepretação para Candido, faixa composta e gravada por Manu e Danilo Caymmi para o CD O Patriota.

Faixas
Cândido (Manu Lafer, Danilo Caymmi)

Eu Sou Calmo Feito Um Furacão
E Frio Pra Festejar Meu Coração
Como O Fogo De Artifício Esquento
E Quem Me Tenta Tenta Amparar

Sou Atiçado E Postiço
E Só Sei Gritar
(Sei Gritar)
Como O Oceano Pacífico
E Os Pólos Do Mar

Sou Antiquado E Castiço
E Só Sei Amar
(Sei Amar)
Como As Bermudas,
Medusas, Golfinhas, Corais

Chico Saraiva - Trégua

Trégua
(Chico Saraiva)

O disco do violonista Chico Saraiva trouxe Ensaio, música feita em parceria com Manu, interpretada por Ná Ozetti .

Faixas
Ensaio (Chico Saraiva, Manu Lafer)

Crê
Com Ilusão,
Sem Conclusão,
Para Quê Destino, Diz?
Para Quê Script?
Não Há Cosmo Nem Gene
Nem Final Que Se Entende
No Teatro Sem Peça,
Sem Céu Atravancado,
Sem Mar Emaranhado,
Ensaia, Crê Sem Astros
Nas Cenas De Amor
Para Prender Nossa Atenção

Crê
Com Ilusão,
Sem Conclusão,
Para Quê Medirmos, Diz?
Para Quê Limite?
Não Há Mesmo Latente,
Um Sinal Diferente
No Teatro Sem Peça,
Sem Fado Atarefado
Sem Lado Especulado
Ensaia, Crê Sem Monstros
Nas Cenas De Amor
Para Prender Nossa Atenção

Fabio Tagliaferri - Só um é muito só

Só Um É Muito Só
(Fabio Tagliaferri)

Em seu segundo disco, Fábio Tagliaferri, habitual parceiro de Manu, incluiu quatro faixas compostas pela dupla: Música de Frente, Safadinha, Choro a Dois e Mais. O show dos dois artistas mesclava o repertório desse álbum com o de Doze Fotogramas, de Manu, fortalecendo a parceria.

Faixas
Música de Frente (Fabio Tagliaferri, Manu Lafer)

Subo as escadas
Acompanhado
Dos transeuntes de plantão

Trago as entradas,
Tudo é barato,
Tudo admite distração

Nos conhecemos
Te cumprimento
E eu te abraço sem razão

Pra que dancemos
Tudo é barato
Peço e tropeço sem chão

A fina flor do sambado
Dará seu recado
No prato da mão
Para ficar registrado
Ficar ministrado
No mar do salão

Puxa o maxixe a canção
Lembro do morro
Vou pro teu bairro
Sou funcionário por dizer

Sou salafrário
Dada a bandeira
Mas não me esqueço de você

É gafieira,
Casa de esquina,
Fina e capaz de enlouquecer

Cai a cadeira,
Dada a bandeira
Desculpe, foi sem querer

Puxa o maxixe a canção
Nos tornaremos
Os figurantes
Para essa música nascer
Ela de frente
Fundo é o mundo
E nosso mínimo é prazer

Safadinha (Fabio Tagliaferri, Manu Lafer)

Pulei, pulei
Agora é que eu acordei
Cheguei, cheguei
Ói eu que tamos aí
Cresci, cresci
Disseram que eu engordei
Tô nem aqui
Isso daí relevei

Safadinha eu exijo
É Carinhoso pra mim
Atraente eu preciso
É Assanhado isso sim
Eu me viro no berço
E atravesso no fim
Eu nem sei se conheço
Eu acompanho

Solei, solei
Eu só berrava um alguém
Tem outro, tem,
Pra me chamar de neném

Chamei, chamei,
Mamando tanto estufei
Bufei, bufei,
Golfei no escuro e virei

Eu pedi pra nascer,
Sei que implorei,
Lá de dentro
Eu chutava o cordão
Me amarreiMe dei, me dei,
Eu mesma é eu que amarei
Em mim sou rei
Ninguém segura bebê

Choro A Dois (Fabio Tagliaferri, Manu Lafer)

Cansei de sempre
Ouvir dizer
Pro tempo resolver por nós
Desesperei você, chorei
E o tempo resolveuAté porque
Não fiz favor
Eu ri do que chorei
Até porque não amo só
Você foi quem ameiFugir, não vá
Partir, ah vá…
Mentira que não tem
Depois eu descobri que há
Um fim e um porquêCarícias nos indubitavelmente sempre vem
São núpcias e súplicas
Querer te quero bem

Mais (Fabio Tagliaferri, Manu Lafer)

Mais não te debates,
Nem resistes pela voz
Mais confessarás,
Mais quando te vais
Mais que te arrumaste
E penteaste contra nós
Mas, foi sem ferir,
Menos me agredirMais te interrompi,
Roubei-te até de ti
Mais que te levar
Solta como véu no altar

John Pizzarelli - Sinatra & Jobim

Sinatra & Jobim @ 50
(John Pizzarelli)

Como o título do disco já sugere, o guitarrista John Pizzarelli celebra os 50 anos do álbum Francis Albert Sinatra & Antonio Carlos Jobim (Reprise, 1967). Entre as faixas selecionadas está Canto Casual, com refrão em português de uma música com a cantora Jessica Molaskey inédita que o casal encomendou especialmente a Manu.

Faixas
Canto Casual (John Pizzarelli, Jessica Molaskey, Manu Lafer)

There’s a song in me that’s longing to be played
And my heart’s begun a secret serenade
For I haven’t heard it now for quite some time
And it’s been so long since I could sing in rhyme

Somewhere a whisperer melody
Tells me it’s longing to be free
Three little notes become a symphonySometimes a delicate refrain
Lives in a long awaited string
Sometimes the song comes back again

Canto casual
Junho, junto e tal
Lá que é logo igual
Essa tarde é ideal

Canto casual
Junho, junto e tal
Lá que é logo igual
Essa tarde é ideal

Oh the song begins the moment you appear
It’s an overture that only two can hear
And it teaches you the simplest lesson yet
And it seems to you so that you’ll not forget

Somewhere a whisperer melody
Tells me it’s longing to be free
Three little notes become a symphony

Sometimes a delicate refrain
Lives in a long awaited string
Sometimes the song comes back again

Canto casual
Junho, junto e tal
Lá que é logo igual
Essa tarde é ideal

Canto casual
Junho, junto e tal
Lá que é logo igual
Essa tarde é ideal

Bruno Giovannetti - #temdetudoemsp

#Temdetudoemsp

Manu comparece neste álbum de Bruno Giovannetti como parceiro nas faixas A Chave e Bravata Borboleta.

Faixas
A Chave (Manu Lafer)

(Ela) Fico inconformada, não compreendi
Eu deixei a chave aqui
Bem no escorredor

(Ele) Eu não sei de nada, nem me olhe assim
Vou chamar o elevador
Sai de trás de mim

(Ambos) E remexe a cadeira
Põe a mão na almofada
E arrasta a sandália

(Ele) Põe o molho aí!
(Ela) Vai me ajuda aqui!
(Ambos) Vamos conseguir!
(Ele) Vai, sacode aí!
(Ela) Tenho que sair
Prestigiar o Moacyr

(Ele) Põe o molho aí!
(Ela) Vai me ajuda aqui!
(Ambos) Vamos conseguir!
(Ele) Vai, sacode aí!

(Ela) Olha que eu te espeto
Com esse picador de gelo
Com que eu prendo o meu cabelo
Com que eu prendo

Gravata Borboleta (Manu Lafer)

A borboleta tá, a borboleta tá
Tá pateta (bis)

E o colarinho apertou
E o mau caminho empatou
É do maestro!
É do garçon!
Diz aí!
Meia pagou!
Só pescoçou!
É bravata!

A borboleta tá, a borboleta tá
Tá pateta (bis)

E o colarinho apertou
E o mau caminho empatou
Nem me poupou!
Nem me culpou!
Diz aí!
Nuca apalpou!
Papo papou!
Nó na cuca!

É só acessória e tá ciente que é demais (bis)
Tou obsoleta
E assim se contenta
E já se aboleta toda

Já disse as verdade que é pra se localizar (bis)
Tou obsoleta
E assim se contenta
E já se contempla toda

Coletâneas

A faixa Moira ou Lorena, composição de Manu em parceria com Danilo Caymmi, foi incluída em duas coletâneas: Brasil Bacana, terceiro volume da Discoteca Básica Tratore, e Havaianas – Vida do Paraíso, patrocinada pela famosa marca brasileira de sandálias.

Faixas
Moira ou Lorena (Manu Lafer, Danilo Caymmi)

Um Dia É Dia Da Loira
No Outro, A Outra, A Morena
Um Dia Eu Saio Com A Moira
No Outro, Eu Vou Com A Lorena
Saudade, Moira, Medonha
Lorena Abalou Meu Sistema
Lorena Agora Me Toma
A Moira É Que Entra No Esquema

Dizem Que A Moira É Obscena
Não Sabe Se É Loira,
Não Sabe Se É Loura
Sei É Que Não Vale A Pena
Sal Grosso E Salmoura
Vão Direto Pra Lorena

Dizem Lorena Me Toura
Meu Olho Asilou
As Antenas Que Eu Tenha
Sei É Que A Moira Me Agoura
Porque Ela Não Sabe
O Que Eu Não Faço Com A Lorena
O Que Eu Faço Com A Lorena?
O Que Eu Não Faço Com A Lorena

Um Dia Amor É Da Loira
No Outro, Calor À Morena
Uma Se Doura De Moura
E A Outra Se Oxigena
Saudade Moira, Enfadonha
Lorena Foi Jogo De Cena
Moira Se Acha E Me Sonha
Lorena É Que É Pouco E Pequena

Moira Era A Dona Da Forra
Da Forca E Da Arena
Panema E Pachorra
Agora É A Pomba Serena
Domingo Perdôa
E A Lorena Me Condena

Essa, Que Aos Homens Embroma
Nos Fins De Semana
Era A Tal Da Redoma
A Dema Não Mais Concatena
É Patroa E Se Doa
Para A Moira É Um Problema
Para Amor É Um Problema
Para A Moira É Um Problema

Scroll Up